domingo, 12 de dezembro de 2010

Novos livros do PNL na BE

Este ano o fundo documental da BE, graças à verba ofertada pelo PNL, vai ficar mais rico.

Um grupo de professores e a professora bibliotecária trocaram ideias e escolheram os seguintes títulos para serem trabalhados (leitura orientada) em sala de aula:

"Um rapaz invulgar" fala sobre

Albert que nasceu em 1879. Conta que não era um bebé particularmente bonito, pois era demasiado gordo e a sua cabeça parecia ser maior do que a dos outros bebés. Foi crescendo mas não se tornou um rapaz simpático - batia na irmã, enfurecia os professores e não tinha muitos amigos. Divertia-se a construir castelos de cartas, puzzles, a tocar violino e adorava os enigmas da geometria e da matemática. Na escola, era um rapaz discreto, pouco exuberante. Alguns professores avaliavam-no como sendo pouco inteligente. Contudo, os seus pensamentos estavam destinados a mudar o nosso mundo.


O livro "Sonhos na palma da mão", da autora Luísa Dacosta, fala sobre a avó de uma menina que lhe conta a história de um rouxinol vindo da China. A menina, curiosa e inquieta por natureza, logo imagina toda uma outra história sobre um passarinho que pousa sonhos na palma da mão.



"O Rapaz que vivia na Televisão"

O Tiago era um rapaz com a mania da televisão. Mal acordava, carregava no botaozinho mágico e... zás entrava-lhe na sala a locutora da franjinha... «despacha-te, Tiago, que chegas atrasado à escola!». Um dia o aparelho de televisão avariou-se...

E que tal? Gostaram da surpresa?

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

"Mês Internacional das BE"

Para comemorar o "Mês Internacional das BE" foi apresentado um PowerPoint intitulado "Bibliotecas", foram apresentadas/recordadas as regras de utilização da Biblioteca, da requisição domiciliária e da CDU (Classificação Décimal Universal).
Para relembrar sempre que necessário, cada turma levou um guia de utilizador/folheto BE, plastificado, para afixar na sua sala de aula.



sábado, 30 de outubro de 2010

Comemoração do Centenário da República


Durante o mês de Outubro os alunos do 2º, 3º e 4ºanos foram à escola EB2,3/S Bela Vista, escola sede de Agrupamento, assistir ao espectáculo comemorativo do Centenário da República promovido pelas professoras bibliotecárias e o departamento de Ciências Sociais.

No auditório da biblioteca, viram e ouviram D. Paio, cavaleiro da Ordem de Santiago, a República, Manuel de Arriaga, Afonso Costa e Bernardino Machado.

Foi um espectáculo cheio de cor, efeitos de luz e fumos, apresentado por D. Paio, uma vez que o nosso Agrupamento se chama Agrupamento Vertical de Escolas Ordem de Sant'Iago.
As personagens de cera foram criadas pelo artista plástico Jorge Gameiro, assim como toda a encenação com o apoio das professoras bibliotecárias e do professor Jorge Lima. Deram voz às personagens o próprio artista plástico e os professores Sandra Serra, António Rosa, Emanuel Ribeiro e Amilcar Caetano. O arranjo musical e o trabalho de gravação de som foi da responsabilidade da professora de Música, Elsa Mobilha e do Sr. Luís Gabriel da rádio Jornal. O texto dito pela República foi criado pela profª Gertrudes Risso e o PowerPoint pela profª Cristina Santos.
No auditório a sessão terminou com a apresentação de DVD's a partir dos quais todos puderam ver como se criam as figuras de cera e as figuras de silicone. Depois puderam ainda descobrir a diferença de materiais, mexendo em exemplos deixados pelo Sr. Jorge Gameiro.

No final os alunos do 4º ano puderam jogar "Jogos tradicionais" da época, sugeridos pela animadora Liliana, feitos pela turma CEF1, decorados e dinamizados pela animadora Andreia e a mediadora Cristina.

Para aqueles que não assistiram aqui fica um cheirinho...


D. Paio:




video


República:


Parabéns ao Sr. Jorge Gameiro e um muito obrigada à Direcção por ter oferecido este espectáculo, a partir do qual todos puderam aprender algo de modo diferente...

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Nós nos "Jardins Sant'Iago"

A nossa escola também aderiu ao projecto "Jardim de Sant'Iago", da EB2,3/S Bela Vista.
Cada turma fez uma flor e ajudámos a colorir o jardim da escola sede. A base foi feita, em madeira, por uma turma CEF de carpintaria.
Vejam como somos artistas:

Então somos ou não somos artistas? Já repararam o que se pode fazer com material de desperdício?
Ficaram lindas! E que prazer tivemos ao visitar o "Jardim Sant'Iago" e ver o nosso trabalho exposto...

quinta-feira, 10 de junho de 2010

"Dia da Criança" diferente...

Este ano o "Dia da Criança" foi comemorado de modo bem diferente:

1 de Junho de 2010

1 de Junho foi o dia da criançada!
Que dia cheio de piada!
Não teve um palhaço
mas foi engraçado.
Fomos a passo
até ao comboio e foi divertido!
No Pinhal Novo fomos ao parque brincar
e um gelado fomos saborear.
Todos os petizes ficaram felizes!

Turma 7

Vejam com foi um dia bem passado:

segunda-feira, 7 de junho de 2010

"Descobertas com a Matemática..."

A semana da Matemática foi vivida entre conexões, procurando demonstrar-se que a Matemática VIVE no meio que nos rodeia, através da própria disciplina, da Língua Portuguesa, das Expressões…
Tendo como objectivo primordial desenvolver o gosto por esta Ciência foi, sem dúvida, uma actividade interdisciplinar…
Interessante foi constatar-se, através do olhar dos alunos, a dúvida da existência de Matemática no Jogo do Galo e igualmente interessante assistir à descoberta de que a Matemática para além de ser vivida na sala de aula também pode sê-lo na Biblioteca, no Pátio e no Ginásio.
No Ginásio realizaram-se actividades de coordenação espacial utilizando a música "Pra frente, pra trás" do album do Panda; no pátio jogaram o "Jogo do Galo" e na BE foram explorados materiais de Matemática.
Parabéns a todos os participantes, pelo seu desempenho, pois sem eles a “Semana da Matemática” não teria sido tão sentida, tão rica!

No Ginásio:





No Pátio:



Na Biblioteca "Dilar Parreira":





































E VIVA a Matemática!

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Férias com livros...

O fim do ano está a chegar...
Para os dias em que te sentes só, procura um amigo, um amigo que podes ter à mão.
Aprecia o trabalho dos alunos da Escola Secundária Camilo Castelo Branco em Famalicão:



Ficaste contagiado?

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Semana da Matemática


Os alunos, durante a semana de 31 de Maio a 4 de Junho de 2010 vão comemorar a Semana da Matemática.


Vai ser uma semana em grande!


Jogarão ao "Jogo do Galo" e resolverão um problema no Pátio.


Na biblioteca terão o prazer de explorar mais jogos e viver a Matemática nesse espaço lúdico.


No ginásio, ao rítmo de uma música que sugere uma coreografia, explorarão noções de lateralidade e sentido espacial.


Os professores esperam que esta semana promova o gosto pela Matemática através do jogo, da resolução de problemas e da música.


Na sala de aula, a Matemática também vai ser interessante. Com a exploração da obra "O rapaz que tinha zeros a Matemática" de Luísa Ducla Soares descobrirão a importância da Matemática no dia-a-dia e terão a oportunidade de resolver problemas e apresentar e discutir as estratégias usadas para a resolução.


Boa Semana da Matemática!

terça-feira, 11 de maio de 2010

Dia do Livro... é todos os dias!

Na 2ªfeira, dia 10 de Maio, festejámos o "Dia do Livro e dos Direitos de Autor" - dia 23 de Abril -com a presença da autora Teresa Marques. É que a autora é professora e formadora de Matemática, tem o tempo muito ocupado...
Embora muitos dos alunos já conhecessem a Teresa, conheciam-na apenas como a AMIGA da Matemática.


Bem nem imaginam... ela também é uma óptima animadora do livro e da leitura... apresentou os livros, leu poemas com muita magia... conseguiu divertir-nos imenso:

- 1º leu o livro "Pequeno livro de desmatemática"
Que como diz um dos seus autores Manuel António Pina - «Este livro é um livro de "desmatemática" porque, aqui, os personagens da matemática, os números, os sinais, as contas, são tratados como gente, têm sentimentos, sonhos. Até fraquezas e defeitos. Como tu e como eu. É um jogo que eu gosto muito de jogar: imaginar como as coisas seriam se fossem ao contrário. Nem imaginas como o "Reino do Des" é às vezes divertido! »;

E não é que a Teresa gostava de ser como o 0?!?

- a seguir leu um poema da autora Luísa Ducla Sores, depois de apresentar o livro "Conto estrelas em ti";
- por fim leu a 2 turmas do 1º ano o conto "A princesa e a ervilha" em que a princesa é a do conto "O guardador de porcos" do autor Hans Christian Andersen e às outras 5 turmas (em 2 sessões) leu-lhes uma poesia composta pela própria Teresa Marques a partir do conto "A lebre e a tartaruga", intitulada "Uma excelente memória". Foi uma loucura, pois a partir do conto, levou alunos e professores a cantar fado e rap.
No final recebeu presentes para recordação











e abraços, muitos abraços...

Volta rápido Teresinha, adorámos ter-te cá!
És uma pessoa muito alegre e brincalhona.
Parabéns!

Aqui fica um miminho para ti Teresa Marques:

Poema do 8

Eu sou o 8
Redondinho e brincalhão.
Mas ando muito triste...
Querem saber a razão?

Estou farto de ser um número,
De fazer contas sem fim.
Eu quero é ser uma letra
Escrever poemas, isso sim!

Eu gostava de ser o B.
O B da palavra biscoito.
Bem docinho e delicioso
De uma vez comia logo 8.

B de barco, boneca, bonita.
B de bola e de balão.
B de bandeira e de Benfica
Esse grande campeão!

B de bigode, barba, borboleta,
Batata, banana, bombom.
Para encher a barriguinha...
Digam lá se não era bom!!!

Iara Antunes – 8 anos
(com o apoio da Helena Teixeira)
Poema Matemático em que o zero queria ser "O"
Era um 0 muito
Solidário que queria
ir para o abecedário.

Queria ser O.
O de biscoito
Que a minha avó
Faz em forma de 8.

A sua vitória é a de
O se tornar
Num O bonito de
Encantar.

O de Oceanário
E oceano muito
Bonito e cheio de encanto.

O O é orgulhoso
Está a simpatizar com
O meu poema
Que está a acabar.

Obrigado meus amigos
Por me terem escutado
Como forma de gratidão
Mando-vos um abraço.
Beatriz Silva - 9 anos
O 2 que queria ser um z

O 2 que queria ser um Z
de, Zezinha,
Zelito, Zé, e de Zélia
de zorro e de zebra
de zangão e de zonzo
e z de zurrar e de rapaz e
de zoológico e de Zaida.
Se o 2 se transformasse em Z
Seria um Z feliz
Pois tinha realizado o seu sonho.
Ricardo

quarta-feira, 28 de abril de 2010

"Dia da Mãe"

Este ano, para além de fazermos um presente para a MÃE, tivemos uma actividade diferente: dois alunos do 3º ano, das turmas do prof. Joaquim, da profª Paula Pinto e da Profª Sandra de Jesus, prepararam a leitura do livro "A minha Mãe é a Melhor do Mundo" escrito por Mª João Lopo de Carvalho e ilustrado por Helena Nogueira com a professora Ana Fortuna na biblioteca, a fim de o lerem às restantes turmas da escola. Claro que, como já vem sendo hábito, também criaram perguntas, que escreveram no computador, para no final testaram a atenção dos colegas.

Nas salas de aula, antes de começarem a ler, fizeram exercícios de concentração, que os colegas seguiram com cuidado... deram a conhecer o livro e as autoras do livro.




Foi uma actividade bem cansativa, mas todas as turmas gostaram de ouvir o conto lido pelos colegas, com boa entoação e expressividade.
Parabéns à Beatriz, ao Iuri, ao Leonardo, à Mariana, ao Márcio e à Vitória. Leram muito bem e foram muito responsáveis!

Para os alunos que ouviram ler o conto e quiserem saber se o compreenderam aqui fica este Quiz.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

"O 25 de Abril"

Na biblioteca com a professora Ana, dia 19 de Abril, as turmas dos 4ºs anos da manhã assistiram à apresentação de um PowerPoint intitulado "A fábula do Feijão Cinzento" criado a partir de um conto do autor José Vaz, com ilustração de Elsa Navarro e no final trocaram ideias sobre o conto.
As restantes turmas dos 3ºs e 4ºs anos pensaram no "25 de Abril" a partir do livro digital "O Tesouro", escrito por Manuel António Pina e ilustrado por Evelina Oliveira que se encontra na página Web do Plano Nacional de Leitura.

Depois nas salas de aula e nas Actividades de Enriquecimento Curricular produziram trabalhos muito interessantes. Aqui fica o painel criado nas AEC:

quinta-feira, 25 de março de 2010

“1000 Tsurus pela Paz e pela Não- violência”

A campanha “1000 Tsurus pela Paz e pela Não-violência” tem como objectivo sensibilizar os alunos do 1º ciclo e a comunidade setubalense para a questão da violência nas escolas.
Esta sensibilização está a ser feita através da dobragem de 1000 Tsurus, já que a lenda diz que quem dobrar 1000 Tsurus alcança um desejo.
O nosso desejo é formar uma corrente de pensamento positivo e que cada aluno, docente, encarregado de educação, etc. ao dobrar o Tsuru reflicta como poderá contribuir para diminuir o problema da violência nas escolas.
Esta campanha começou no mês de Janeiro e praticamente todas as turmas da EB1 nº7 adeririam à campanha e estão muito entusiasmadas com a dobragem dos 1000 Tsurus.

Aprender a fazer origami é muito giro.










Ora vejam o que aprendemos a fazer com a Liliana Faria...


Experimentem!

segunda-feira, 8 de março de 2010

Autora Zaida Sanches na "Semana da Leitura"







Zaida Sanches, autora da colecção "Stera", esteve no dia 2 de Março no auditório da BE da escola sede - EB2,3/S Bela Vista.
Com a colaboração da Associação Cabo-verdiana veio de Cabo Verde lançar a sua obra em Portugal, começando a fazê-lo no nosso Agrupamento.

Os alunos de 2 turmas - profª Sandra Jesus e prof. Joaquim foram assistir e gostaram imenso.

A autora começou por explicar o motivo de intitular a colecção de Stera:
A intenção de designar a colecção “Stera” (utensílio artesanal) é chamar atenção sobre a necessidade de voltar aos tempos de outrora, recordando que a “esteira” era um tapete, onde as pessoas se sentavam e reflectiam sobre as coisas da vida, havendo troca de conhecimentos entre os novos e os mais velhos.
No final cada aluno teve de presente um dos livros da colecção:


Pois, pois... a Sécil e o Rotary Club Setúbal - Sado patrocinaram este nosso presente.

E já agora, quem quiser saber um pouco mais sobre Zaida Sanches, aqui fica uma breve biografia da autora e algumas declarações que a mesma fez à Inforpress - agência de notícias de Cabo Verde:

Zaida Sanches, nascida em 1973, na Cidade da Praia (Ilha de Santiago), trabalha no Ministério dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Comunidades, é licenciada em Ciências da Comunicação e mestranda em Ciência Política da Cidadania.

Começou a escrever para crianças porque é mãe de duas meninas, afirmando que:

“A ideia é que as crianças retirem tudo o que há de bom nesses contos, que ganhem o gosto pela leitura. A interpretação vai depender de cada um, porque o livro desperta atenção mesmo nas crianças que ainda não sabem ler, devido às ilustrações. E se essas crianças conseguirem ganhar amor pela leitura a partir dos meus contos, um dos meus grandes objectivos vai estar atingido”.

Ainda que:
“Os pais também têm de desenvolver este hábito nos filhos. Os livros devem passar a fazer parte dos presentes dos filhos. A lacuna não está apenas nas crianças, que não lêem, está também na postura dos pais, que devem influenciá-las em casa. Quem lê consegue fazer voos para outros mundos, mesmo sem os conhecer”.

sábado, 6 de março de 2010

O CAE na "Semana da Leitura"







O Coordenador do Centro de Apoio às Escolas (CAE) também participou na nossa Semana da Leitura lendo “O Livro Inclinado”, de Peter Newell para as 2 turmas de 4º ano da manhã – da profª Laura e do prof. Ricardo.








“O Livro Inclinado” é em verso, com forma inclinada, e ilustra a descida de um bebé chamado Bobby, no seu carrinho de bebé, pela encosta mais empinada do seu bairro. Bobby atropela os vizinhos, o guarda, o pintor, a vaca, o jornaleiro, e todos os que são apanhados, desprevenidos, pelo carrinho em fuga, o qual cria grande confusão...



Para que fiquem a saber, aqui fica como informação:
O Livro Inclinado foi publicado pela primeira vez em 1910.

Pioneiro dos formatos especiais foi agora recuperado, um século depois, para os leitores do séc. XXI, recebeu este ano uma menção honrosa, atribuída no âmbito do prémio de ficção, na Feira Internacional do Livro Infantil de Bolonha.

Peter Newell é o escritor e ilustrador do livro "O Livro Inclinado".



Sabiam que ele nasceu em 1862, nos EUA, e que o seu trabalho foi publicado em muitos jornais, livros e revistas?

Também ficam a saber, caso não o soubessem já, que para além de criar os seus Próprios livros, ilustrou clássicos como Alice no país das maravilhas, de Lewis Carroll.

Peter Newell morreu em 1924.